Responsável pelo comando nas buscas no desastre da barragem Córrego do Fundão Brumadinho, o Tenente-Coronél Flavio Godinho agradeceu toda a solidariedade e preocupação da população brasileira com os habitantes que foram atingidos pela avalanche de dejetos de mineração.

Godinho salientou que de primeiro momento as doações iniciais que chegaram até a região de Belo Horizonte são suficientes para atender a esta demanda inicial, e solicitou que até segunda ordem não enviem mais doações de nenhum tipo pois os trabalhos estão sendo exaustivamente direcionados as buscas pelos desaparecidos.

“As doações que até o momento chegaram até aqui são suficientes para fazermos um trabalho de socorrimento humanitário. Então, nesse momento para Minas e o Brasil inteiro: não há necessidade de envio de donativos e materiais de limpeza para socorrimento humanitário”, disse.

Ainda segundo ele, todos os voluntários estão sendo capacitados na Estação do Conhecimento, onde familiares estão recebendo informações. “Nesse primeiro momento somente o bombeiro militar está na área quente e depois do resgate vai ser aberto um perímetro para esses voluntários ajudarem”. Completou com: “Havendo posterior necessidade será enviado comunicado a todos os meios de imprensa.”