Em Nova Odessa (SP), uma bandeira da suástica nazista foi hasteada na manhã deste domingo (24) e causou revolta nas redes sociais, e também por quem passava pelo bairro Berzin e avistava a bandeira.

O bairro é localizado ao lado do bosque municipal, e é conhecido por sua vizinhança “antiga” e tranquila. Nas redes sociais, usuários demonstraram revolta depois da divulgação das imagens da bandeira hasteada.

Uma moradora indignada da cidade comentou no Facebook:

“O rapaz realmente não deve saber o significado desse símbolo. Se ele é homossexual, piorou. Essa bandeira representa ódio à todas as minorias,  inclusive aos homossexuais. 
Triste!”

Outra pessoa completou na mesma postagem:

“Mano tem que chamar a polícia, pelo menos pra dar um salve neles.

A reportagem d’O Expresso de São Paulo esteve no local por volta do meio dia de hoje (24) e a bandeira ainda estava hasteada. Foi tentado contato com os moradores do imóvel chamando ao portão, porém sem sucesso.

Por que a suástica é um símbolo tão problemático?

A cruz preta em forma de gancho sobre o círculo branco e o fundo vermelho da bandeira nazista é diretamente relacionada às atrocidades cometidas pelo Terceiro Reich.

A suástica foi banida da Alemanha no final da guerra, e o país tentou introduzir o banimento, sem sucesso, à toda a Europa, em 2007. Hoje ela ainda é usada como símbolo por grupos neonazistas no mundo inteiro.

De acordo com a Lei nº 9.459, de 13 de maio de 1997, no Brasil, se define em crime de preconceito de raça ou de cor, a fabricação, comercialização, distribuição ou veiculação de símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo. A pena é de dois a cinco anos de reclusão e multa.