Era visível uma nuvem de fumaça subindo entre as duas torres da Catedral de Notre Dame, enquanto as chamas consumiam toda a cobertura.

A área em torno da Catedral foi evacuada e uma enorme operação de socorro está sendo realizada. O Presidente francês, Emmanuel Macron, cancelou entretanto o discurso à nação marcado para esta segunda-feira, devido ao “terrível incêndio” na Catedral.

No Twitter, os internautas estão publicando a cada instante imagens e vídeos direto do incêndio.

De acordo com o jornal Le Monde, o incêndio teria começado nos sótãos por volta dás 18h50 (13h30 no Brasil) e se alastrado rapidamente. No momento é impossível saber a origem da chamas ou calcular a extensão dos estragos.

Cerca de uma hora depois do início do incêndio, uma das torres da catedral ruiu.

A Catedral de Notre Dame, um dos monumentos mais visitados do mundo, estava em obras de restauração há mais de um ano.

Reagindo rapidamente a esta catástrofe, o Presidente norte-americano diz-se horrorizado com as imagens da Catedral em chamas. “Talvez se pudessem usar aviões-tanque para o apagar. Têm de agir rapidamente!”, acrescentou Donald Trump.

A Catedral de Notre-Dame de Paris é uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico, e situa-se na pequena ilha Île de la Cité no meio do rio Sena.

A sua construção iniciou-se no ano de 1163, dedicada a Maria, Mãe de Jesus Cristo, de acordo com o estilo gótico em todo o seu esplendor, de colunas altas e arcos para sustentar o peso dos telhados. As suas janelas, mais amplas e altas do que as anteriores igrejas românicas, eram decoradas com vitrais que filtravam a luz natural.

Além das duas torres sineiras características, visíveis acima dos telhados parisienses, a imensa rosácea (mandala) no extremo da grande abóbada foi sempre uma das imagens mais icónicas da Catedral.