Com um gabinete enxuto, o deputado estadual de Sumaré, Dirceu Dalben é o parlamentar da Região Metropolitana de Campinas com o menor número de assessores na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.

Informação obtida na última quinta feira (18) pel’O Expresso de São Paulo, através do site oficial da Alesp, indica que apenas 6 auxiliares foram contratados a pedido do Deputado Dirceu Dalben, que recém assumiu a cadeira e já entra para o pequeno “roll” dos deputados estaduais que menos gastam verba pública com suas assessorias.

Dentre os 51 novos parlamentares estaduais eleitos em São Paulo, apenas o Arthur Mamãe Falei (DEM) e o Márcio da Farmácia (PODE) possuem menos assessores que o deputado Dalben, um total de 5 cada, um a menos que o sumareense.

PRESTÍGIO INUSITADO

Recém empossado, Dalbenconta com um prestígio incomum dentro da casa de leis paulista. Além de ser indicado a participar de quatro importantes comissões como membro efetivo, o deputado e ex prefeito da cidade de Sumaré foi eleito terça feira (16) como vice presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

A Comissão é responsável por “opinar sobre proposições e assuntos, inclusive os de competência de outras Comissões, que concorram para aumentar ou diminuir assim a despesa como a receita pública; sobre a atividade financeira do Estado; sobre a fixação de subsídios e ajuda de custo a Deputados, Governador e Vice-Governador;”.

Para conhecimento, o orçamento anual do estado para 2019 aprovado na comissão do qual Dalben foi eleito hoje é de 230 bilhões de reais.