• A ex deputada federal Ana Perugini, derrotada nas urnas no pleito de 2018, foi indicada por seu partido, o PT, para compor o quadro de assessores da 1ª secretaria da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

De acordo com o departamento de recursos humanos da ALESP, Ana Perugini foi nomeada para cargo em comissão no dia 8 de abril desse ano, sobe indicação direta do amigo e 1º secretário da casa, o deputado estadual eleito em 2018, Ênio Tatto (PT).

Ao centro da imagem, Ana Perugini e Enio Tatto participando de reunião na comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento quando atuavam juntos como deputados na ALESP.

Para compor o quadro de funcionários da Alesp, Ana Perugini teve que obrigatoriamente se licenciar do seu cargo efetivo no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Outro ex deputado da região também foi nomeado em Abril para compor o quadro de funcionários da Alesp. O americanense Chico Sardelli, assim como Ana Perugini também foi derrotado pelas urnas nas eleições de 2018, foi indicado pela liderança do PR na casa, sendo assim, mesmo sem ter sido eleito recebe a quantia de R$15.500 por mês.